Anorexia é um distúrbio com elevadíssima taxa de mortalidade. Estima-se que no Brasil bulimia e anorexia afetem 100.000 adolescentes dos quais 90% são do sexo feminino. Dentre as doenças psiquiátricas é considerada a maior causadora de mortes, considerada assim um problema crescente no Brasil e no mundo. A anorexia é um problema crônico difícil de superar. Porém, com o tratamento as pessoas afetadas podem recuperar sua autoestima e o peso perdido, evitando as várias complicações do quadro.
Os sintomas da doença estão relacionados à busca incessante pelo baixo peso e à desnutrição causada por ela, sintomas que nem sempre são fáceis de serem detectados. Muitas pessoas afetadas pelo problema conseguem passar muitos meses  ou até mesmo anos sem que ninguém  ao redor, família, colegas de trabalho e amigos, perceba o que está acontecendo.
A anorexia costuma se iniciar ainda na adolescência, mas também pode afetar crianças, pessoas na meia-idade ou além. Ainda não se sabe exatamente o que leva algumas pessoas a desenvolver anorexia, mas assim como ocorre com outras doenças, é provável que exista uma combinação de vários fatores (psicológicos, biológicos e sócio-culturais).
O tratamento depende da avaliação do risco de morte. Pessoas muito desnutridas devem ser levadas a um pronto-socorro para internação, hidratação endovenosa e outras medidas de suporte de urgência. Nos casos sem risco imediato, o tratamento é feito com a ajuda de médicos, psicólogos e nutricionistas especializados no tratamento de distúrbios da alimentação. Existem também clinicas que oferecem atendimento especializado para pacientes sofrendo de distúrbios alimentares. Não existe uma medicação única para tratamento da anorexia nervosa. Porém, alguns médicos podem prescrever o uso de antidepressivos e outras medicações psiquiátricas que ajudem a aliviar a depressão e a ansiedade.
Um dos maiores desafios ao tratar a anorexia é o fato da pessoa não aceitar o tratamento ou não enxergar sua necessidade. Muitas pessoas que sofrem com a doença dizem que ela é um “estilo de vida”, e não consideram a má-alimentação um problema de saúde. Até mesmo para aqueles que desejam o tratamento, a anorexia é uma batalha difícil e pode durar toda a vida. Os sintomas podem desaparecer, mas a pessoa afetada permanecerá vulnerável e poderá sofrer recorrências da doença nos períodos de maior estresse.
Segue aqui o depoimento da atriz e cantora Anahí. 


Espero que tenham gostado do post de hoje princesas.Para as meninas que passam por esse problema, desejo de todo o meu coração que melhorem, se aceitem com são e procurem ajuda. Vocês não estão sozinhas.Contem comigo. Um beijo e até o próximo post.


Deixe um comentário